10 surpresas sobre a gestação

Informações sobre gravidez estão em toda parte. No entanto, apesar de tantas curiosidades distintas, listaremos aqui, 10 surpresas que a gestação pode trazer a você:

1. O Instinto de aninhamento

Muitas mulheres grávidas sentem o instinto do aninhamento: uma necessidade poderosa de preparar a casa para o bebê, limpando-a e decorando-a.

À medida que a data do parto se aproxima, você pode começar a limpar armários ou paredes – coisas que nunca teria imaginado fazer no seu nono mês de gravidez! Esse desejo de preparar sua casa pode ser útil – você terá menos itens para fazer após o parto. Porém, tome cuidado para não exagerar.

2. Problemas com a concentração

No primeiro trimestre , o cansaço e os enjôos matinais podem fazer com que muitas mulheres se sintam esgotadas e mentalmente confusas. Mas, mesmo grávidas bem descansadas podem ter problemas de concentração e períodos de esquecimento.

Pensar constantemente no bebê pode ser uma das causas, assim como as mudanças hormonais. Tudo – incluindo trabalho, contas e consultas médicas – pode parecer menos importante do que o bebê e o momento do nascimento. Fazer listas pode ajudá-la a lembrar datas e compromissos.

3. Mudanças de humor

A síndrome pré-menstrual e a gravidez são semelhantes em muitos aspectos. Seus seios incham e ficam sensíveis, seus hormônios sobem e descem e você pode se sentir mal-humorada. Se você tem TPM, é provável que tenha alterações de humor mais graves durante a gravidez. Elas podem fazer você ir de feliz em um minuto para sentir vontade de chorar no minuto seguinte.

Mudanças de humor são muito comuns durante a gravidez. Elas tendem a acontecer mais no primeiro trimestre e no final do terceiro trimestre.

Muitas mulheres grávidas têm depressão durante a gravidez. Se você tiver sintomas como problemas de sono, mudanças nos hábitos alimentares e alterações de humor por mais de 2 semanas, converse com seu médico.

4. Tamanho do sutiã

O aumento do tamanho dos seios é um dos primeiros sinais de gravidez. O crescimento da mama no primeiro trimestre é devido aos níveis mais elevados dos hormônios estrogênio e progesterona .

O tamanho do sutiã também pode ser afetado pela caixa torácica. Quando você está grávida, sua capacidade pulmonar aumenta para que você possa tomar oxigênio extra, o que pode aumentar o tamanho do peito. Pode ser necessário substituir o sutiã várias vezes durante a gravidez.

5. Mudanças na pele

Seus amigos dizem que você tem aquele brilho de gravidez? É um dos muitos efeitos que podem advir de alterações hormonais e do estiramento da pele.

As mulheres grávidas apresentam um aumento no volume de sangue para fornecer fluxo sanguíneo extra ao útero e outros órgãos, especialmente os rins. Quanto maior o volume, mais sangue chega aos vasos e aumenta a secreção das glândulas sebáceas.

Algumas mulheres desenvolvem manchas acastanhadas ou amareladas chamadas melasma (ou a “máscara da gravidez”) em seus rostos. Algumas notarão uma linha escura na linha média da parte inferior do abdome, conhecida como linha nigra (ou linha negra). Elas também podem ter hiperpigmentação (escurecimento da pele) dos mamilos, genitália externa e região anal. Isso porque os hormônios da gravidez fazem com que o corpo produza mais pigmentos.

Esse pigmento aumentado pode não ser uniforme, então a pele escura pode aparecer como manchas de cor. O melasma não pode ser prevenido, mas usar protetor solar e evitar a luz ultravioleta pode minimizar seus efeitos.

A acne é comum durante a gravidez porque as glândulas sebáceas da pele produzem mais óleo. As manchas ou sardas que você tinha antes da gravidez podem ficar maiores e mais escuras. A maioria dessas alterações cutâneas deve desaparecer após o parto.

6. Cabelo e unhas

Muitas mulheres apresentam alterações na textura e no crescimento do cabelo durante a gravidez. Os hormônios podem fazer seu cabelo crescer mais rápido e cair menos, mas essas mudanças no cabelo geralmente não são permanentes. Muitas mulheres perdem cabelo no período pós-parto ou depois de parar de amamentar.

Algumas mulheres descobrem pêlos em lugares indesejados, como no rosto ou na barriga ou ao redor dos mamilos. Mudanças na textura do cabelo podem torná-lo mais seco ou oleoso. Algumas mulheres até descobrem que o cabelo muda de cor.

As unhas, assim como os cabelos, podem mudar durante a gravidez. O hormônios extras podem fazê-las crescer mais rápido e ficar mais fortes. Algumas mulheres, porém, descobrem que suas unhas racham e quebram mais facilmente durante a gravidez. Como as mudanças no cabelo, as mudanças nas unhas não são permanentes. Se suas unhas racharem e quebrarem com mais facilidade durante a gravidez, mantenha-as aparadas e evite os produtos químicos do esmalte e do removedor de esmalte.

7. Tamanho do sapato

Mesmo que você não caiba em nenhuma de suas roupas pré-gravidez, você ainda tem seus sapatos, certo? Talvez – mas talvez não. O fluido extra no corpo decorrente do aumento de voluma sanguíneo, pode levar ao desenvolvimento de inchaço nos  pés com necessidade de aumentar o tamanho do calçado. Usar sapatos de tamanho maior pode ser mais confortável, especialmente nos meses de verão.

8. Aumento da elasticidade

Durante a gravidez, o seu corpo produz o hormônio relaxina, que provavelmente ajuda a preparar a região pubiana e o colo do útero para o parto. Este hormônio afrouxa os ligamentos do corpo, tornando-o menos estável e com maior risco de lesões. Torna-se mais fácil alongar ou forçar demais a si mesmo, especialmente as articulações da pelve, parte inferior das costas e joelhos. Ao fazer
exercícios ou levantar objetos, vá devagar e evite movimentos bruscos e bruscos.

9. Varizes, hemorróidas e constipação

As veias varicosas, geralmente encontradas nas pernas e na área genital, acontecem quando o sangue se acumula nas veias aumentadas pelos hormônios da gravidez. As varizes costumam desaparecer após a gravidez. Para ajudar a evitá-la, siga as seguintes dicas:

  • Evite ficar em pé ou sentada por longos períodos;
  • Use roupas largas;
  • Use meias de suporte;
  • Levante os seus pés quando você se sentar.

As hemorróidas – veias varicosas no reto – também são comuns durante a gravidez. Já sabemos que o seu volume de sangue aumentou e que seu útero exerce pressão sobre a pelve. Portanto, as veias do reto podem aumentar em cachos semelhantes a uvas. As hemorróidas podem ser muito dolorosas e podem sangrar, coçar ou arder, especialmente durante ou após a evacuação.

A constipação é outro problema comum da gravidez. Isso acontece porque os hormônios da gravidez retardam a passagem dos alimentos pelo trato gastrointestinal. Durante os estágios finais da gravidez, o seu útero pode se empurrar contra o seu intestino grosso, tornando difícil para você ter uma passagem do bolo fecal. Além disso, a constipação pode contribuir para o desenvolvimento de hemorróidas, porque o esforço excessivo pode aumentar as veias do reto.

A melhor maneira de lidar com a constipação e com as hemorróidas é evitá-las. Ingerir uma dieta rica em fibras, beber muito líquido e fazer exercícios regularmente pode ajudar a manter os movimentos peristálticos regulares.

10. Coisas que saem do seu corpo durante o parto

Então, finalmente, você sobreviveu às mudanças de humor e às hemorróidas e acha que as  suas surpresas acabaram. Porém, o dia do parto, provavelmente, trará a maior surpresa de todas.

Durante a gravidez, um líquido envolve o bebê no saco amniótico. Este saco se rompe, na maioria das vezes, no início ou durante o trabalho de parto – um momento geralmente conhecido como rompimento da bolsa amniótica ou amniorrexe.

Nesse momento, espera-se que sejam liberados, no caso de um bebê atermo, cerca de 2 a 3 xícaras de líquido amniótico. Algumas mulheres podem sentir uma necessidade intensa de fazer xixi, o que leva a saída de jato de líquido quando a bolsa se  rompe. Outras podem sentir apenas um gotejamento na perna, porque a cabeça do bebê age como uma rolha para evitar que a maior parte do fluido saia.

Outras coisas inesperadas podem sair do seu corpo durante o trabalho de parto. Algumas mulheres têm náuseas e vômitos. Outras têm diarreia antes ou durante o trabalho de parto e a passagem de gases também é comum. Durante a fase de trabalho de parto, você pode perder o controle da bexiga ou do intestino.

Finalmente, saiba que muitas surpresas estão reservadas para você quando estiver grávida, mas nenhuma será mais doce do que a maneira como você se sentirá quando seu recém-nascido estiver em seus braços!

Deixe um comentário